Acidentes rodoviários e no transporte de mercadorias perigosas – como atuar?

A campanha de sensibilização/informação denominada “O que fazer em caso de catástrofe”, levada a cabo pela Junta, através da sua Comissão Social de Freguesia, incide, desta vez, nos seguintes temas:

Acidentes Rodoviários – Gestos que Salvam
Acidentes no Transporte de Mercadorias Perigosas – Como Atuar

Os folhetos que divulgamos foram cedidos pela Proteção Civil da Câmara Municipal de Santiago do Cacém e apostam na prevenção, proteção e sensibilização da população para as atitudes que devem ser tomadas nestas situações específicas.

Este ano, a GNR registou 615 acidentes nas estradas portuguesas, com 22 feridos graves e uma vítima mortal, durante os três primeiros dias da Operação Páscoa. São números assustadores que nos dão que pensar… De facto, é necessário rever os nossos comportamentos na estrada e também sabermos como proceder se presenciarmos ou formos vítimas de um acidente rodoviário. Do nosso comportamento depende a nossa segurança e a de outras pessoas, sendo que a prevenção é o primeiro “gesto” que salva.

Em Portugal, o transporte rodoviário de mercadorias perigosas constitui cerca de 10% da totalidade das mercadorias transportadas por estrada. Só em veículos-cisterna são transportados anualmente cerca de 10 milhões de toneladas. Mesmo cumprindo os requisitos de segurança fixados na legislação, o transporte de mercadorias perigosas não está isento do risco de acidentes que podem afetar pessoas e bens, e que implicam a necessidade de uma intervenção rápida e adequada ao tipo de acidente e às características da mercadoria transportada. Desta forma, é muito importante que estejamos devidamente informados sobre o que fazer quando nos deparamos com estas situações.

FOTO: Fernando Veludo / LUSA

简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItalianoPortuguêsРусскийEspañol