Arrow
Arrow
Slider

Junta e Câmara intensificam pressão para passagem pedonal junto à Atalaia / Torres

O Presidente da Junta de Freguesia de Santo André, David Gorgulho, e o Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, acompanhados pelo chefe da Divisão de Projeto e Obras da CMSC, José Carlos Correia, deslocaram-se à sede da Infraestruturas de Portugal (IP), em Almada, no dia 7 de dezembro, para uma reunião com técnicos e responsáveis da empresa, tendo em vista a resolução do impasse entretanto criado na ER 261-5, que tem impedido a construção de uma passagem pedonal junto aos bairros da Atalaia e Torres, que permita uma ligação direta à zona comercial da cidade e a vários serviços.

Recorde-se que a IP, entidade responsável pelo troço, alega questões técnicas no local em questão, que não permitem replicar a solução executada junto ao Bairro Pôr-do-Sol. A JFSA e a CMSC voltaram a colocar em cima da mesa a importância da segurança da população no atravessamento da via, que, no entender das duas autarquias, se sobrepõe a qualquer detalhe técnico alegado pela IP. A Junta e a Câmara procuraram ainda sensibilizar a IP para a divisão que existe na cidade, sendo fundamental um acesso para peões naquele local. David Gorgulho e Álvaro Beijinha defenderam ainda que, caso não seja efetuada a passadeira, terá de se evoluir para a solução de fundo defendida pelas autarquias, que é a transformação daquele troço numa alameda de acesso à cidade, com rotundas e passadeiras. A reunião acabou por ser inconclusiva e tanto a Junta como a Câmara irão continuar a trabalhar, junto da IP, para encontrar uma solução para o problema com a maior brevidade possível.