previous arrow
next arrow
Slider

António Serra Correia apresentou “Enquanto Houver Memória” na Biblioteca de Santo André

A bonita sala da Hora do Conto, na Biblioteca Municipal Manuel José “do Tojal”, em Vila Nova de Santo André, foi o espaço escolhido para a apresentação do mais recente livro de António Serra Correia, intitulado “Enquanto Houver Memória”, na tarde do dia 12 de abril, durante a rubrica “Canto das Letras”, dinamizada pela Academia Sénior de Artes e Saberes (ASAS).

Num ambiente descontraído e onde imperou a boa disposição, o autor falou não só sobre os pormenores desta sua mais recente obra – em que foi passando para o papel tudo o que, com o decorrer dos anos, ouviu e memorizou – mas também sobre os seus livros anteriores (“Geração Rejeitada” e “O Soba Branco”), numa interessante viagem ao longo do seu percurso de vida, que contou com a presença do Presidente da Junta de Freguesia de Santo André, David Gorgulho, bem como de familiares, amigos e curiosos.

António Serra Correia nasceu em Manteigas, em pleno coração da Serra da Estrela, e logo aos seis anos foi viver com a sua família para Luanda (Angola), tendo regressado a Portugal no conturbado período pós-25 de Abril. Já no nosso país, depois de algumas tentativas falhadas, veio a estabelecer-se definitivamente com a família em Vila Nova de Santo André, desde Janeiro de 1980.

 

Notícias
Não foram encontrados artigos.